LUNES, 14 DE OCTUBRE DE 2019 





34 (13,1)

ABRIL 1999

ENGLISH ABSTRACTS INSIDE ISSN 0213-8646

La formación psicopedagógica del profesorado universitario: Un caso de cambio conceptual

Antonio F. Cachapuz

Resumen Abstract
A Universidade em que fomos estudantes tem pouco a ver com a Universidade de hoje. As transformações ocorridas implicam mudanças adaptativas na formação psicopedagógica dos docentes universitários. No entanto, tal formação só tem interesse se desembocar na melhoria da qualidade de ensino.
A investigação educacional sugere que, tratando-se de educação de adultos, a filosofia e as metodologias de formação a desenvolver têm de ter em conta essa especificidade.
Num primeiro tempo avançam-se razões de ordem cultural, sociológica, institucional e programática que ajudam a compreender a conhecida resistência dos professores universitários a transferirem para o seu ensino o mesmo tipo de atitudes que têm em relação à sua aprendizagem (como investigadores). Num segundo tempo, e no quadro do paradigma do professor reflexivo, apresenta-se sumariamente o modelo de Kolb sobre aprendizagem deliberada desde a experiência em contraponto com modelos tradicionais de aprendizagem incidental a modelos de déficite. Num segundo tempo, explora-se este modelo na formação de professores do ensino superior na área das ciências experimentais, através de dois estudos de caso em que os processos de desestruturação/reestruturação do conhecimento exploram metodologias do tipo PBL «problem based learning».
O primeiro exemplo diz respeito à inovação na organização curricular de cursos universitários, valorizando o paradigma de complexidade de Morin através de uma perspectiva sistémica em ruptura com uma organização tradicional do tipo hierárquico ou de currículo em espiral. O segundo exemplo ilustra o uso de metodologias PBL tendo em vista desenvolver competências de docentes que Ihes facilitem desenvolver estratégias de ensino (aulas teórico-práticas) valorizando a aprendizagem dos seus alunos e não apenas a resolução rotineira de exercícios. O estudo conclu-se, aportando criticamente cinco condições de mudança que facilitem a gestão do câmbio

Improvements in teacher education at university level are necesary in order to adapt university teaching to the changes which have taken place in the University itself since the days when we ourselves were students. The major goal of such improvements is to enhance the quality of teaching.
Both educational research and experience suggest that the approaches and methodologies used in teacher education programmes at university level should take into account that we are dealing with mature adults.
In this study we first discuss some cultural, sociological, institutional and pragmatic arguments which help to explain the traditional resistance of university teachers to transfer to their teaching the same kind of attitudes that they usually have with respect to their own learning (as researchers).
In the second part we present the main lines of the Kolb model within the framework of the reflective teacher paradigm.
In the third part we present the substance of two case studies in the area of the experimental sciences, in particular exploring Problem Based Learning (PBL) methodologies. The first concerns the design and the implementation of a university curriculum along the PBL lines. The second illustrates the use of PBL methodologies to improve students' learning in tutorials.
Finally five arguments are put forward that could aid those university teachers who desire to have a better understanding of the process of teaching and learning and those who desire to improve their own teaching.

Palabras clave Keywords




Artículos Relacionados

Artículos del mismo autor